Dicas Para Tratar as Manchas no Rosto

A pele é um órgão muito complexo que diariamente enfrenta o choque da exposição a diversos climas diferentes e a poluição e por isso necessita de vitaminas e tratamentos adequados, cada uma para suprir o que lhe falta em questão. Existem diversos tipos de tratamentos para manchas no rosto, cada um com uma função especifica, e para um tipo de pele em particular. Antes de começar qualquer tratamento, sempre procure a orientação de um profissional dermatologista.

As manchas de pele podem ser sinal de uma coisa ainda mais séria. A falta da proteção que filtro solar oferece e o abuso na exposição ao sol pode causar sérios danos à pele e eventuais tumores podem surgir, dependendo do nível de exposição e fator de proteção.

Uma borracha mágica que apague aquelas ‘manchinhas’ desagradáveis ainda não existe. Em compensação, certos tratamentos e cosméticos são poderosos aliados no auxílio ao combate contra esse mal pós e pré-verão. Manchas no rosto ou no busto, nenhuma delas vai bem no verão.

Causa das manchas no rosto

As manchas de pele são uma das maiores preocupações das mulheres que procuram ir ao dermatologista regularmente, perdendo somente para a acne e a micose. Essas podem ser realmente incômodas, e em certas pessoas aparecem mesmo antes dos 30 anos. Na verdade, após os 20 anos qualquer pessoa já está sujeita a sofrer com essas irregularidades na coloração da pele, principalmente aquelas pessoas que abusam do sol sem proteção ou sem tratar a pele recém maltratada pelo sol. As garotas que começam a tomar pílula anticoncepcional desde cedo, sofrem ainda mais com o aparecimento das manchas no rosto que geralmente marcam a testa, busto ou as maçãs do rosto pela ação dos hormônios chamados ‘melasmas’. Quem tem a pele morena por natureza, ainda pode ganhar uma manchinha escura depois da cicatrização de uma picada de mosquito ou uma espinha que tenha inflamado.

“Até os 25 anos, existe maior homogeneidade da distribuição do pigmento na pele. Depois disso, a cor do rosto começa a ficar irregular”.

Sandra Hugenneyer, especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Porém, existe uma solução! Na verdade, várias.. Não é nenhuma borracha mágica, mas com certeza lhe auxiliará a eliminar de vez esse mal que toda mulher sofre!

Tratamentos caseiros

Já são conhecidas, pela ciência diversas práticas que você pode adotar no seu dia-a-dia para auxiliar o tratamento e sumir com as manchas de pele. Alguns deles exigem mais empenho, mas é certo de que todos podem fazer parte da sua rotina diária.

  • Esfoliação

    A esfoliação é uma poderosa ferramenta ao combate contra os radicais livres e as impurezas que o corpo expele através do suor e que ficam impregnadas na pele, levando ao acúmulo de células mortas que causam o entupimento dos poros e a desigualdade na pigmentação da pele.

    Sem contra indicações, a esfoliação, quando empregada esporadicamente, é capaz até de melhorar a resistência contra bactérias que se proliferam em certos lugares do corpo onde a pele geralmente sofre com a humidade e a falta de ventilação (axilas, virilha), pois promove a limpeza do sistema linfático.

    A esfoliação ainda torna sua pele apta a obter um bronzeamento uniforme, pois elimina o acumulo de células mortas e camadas de pele antigas. A esfoliação do rosto também é recomendada.

  • Alimentação

    Uma alimentação balanceada para quem quer uma pele bronzeada e com uma pigmentação uniforme, livre de manchas, é essencial. Alimentos ricos em antioxidantes podem combater os radicais livres (impurezas) contidos no sangue que mais tarde serão expelidos através do suor pela pele, combater o envelhecimento de tecidos, fortalecer o sistema imunológico, absorver os raios ultravioletas que são extremamente nocivos à pele e garantir um bronzeamento mais rápido e com menos vermelhidão (irritação) depois de tomar sol.

    Comece sua dieta antes mesmo do verão e procure incluir nela alimentos de diversas cores, vermelho, laranja, verde-escuro. Até mesmo o chá-verde poderá trazer benefícios para sua pele no quesito proteção.

  • Peeling com o uso de cremes

    Existem, hoje, disponíveis no mercado, diversos cremes para o clareamento e para a remoção das impurezas e células mortas da pele que ajudam a amenizar e eliminar as manchas. A maioria desses cremes tem como seu principal componente na remoção das manchas e no clareamento da pele o acido glicólico.

    Devido ao seu excelente poder de penetração na pele, o acido glicólico tem grande aplicação nos kits cosméticos caseiros e é empregado a diversos tipos de tratamentos, inclusive na redução de rugas, cicatrizes de acnes, diferentes tipos de hiperpigmentação e melhoram várias outras condições da pele. O ácido glicólico, depois de aplicado, reage com a camada superior da epiderme (a parte visível da pele) diminuindo a adesão dos lipídios que mantem as células mortas grudadas na pele, ‘dissolvendo’ essas células mortas e impurezas, revelando a pele real.

    Como o acido glicólico é altamente irritante, pode não ser recomendado a todo o tipo de pele, pois dependendo da quantidade aplicada, pode desenvolver irritações e/ou alergias ao produto.

  • Cremes clareadores

    Além da remoção das impurezas através do Peeling caseiro e a esfoliação (ambos funcionam do mesmo jeito), existem cremes que clareiam a pele, inibindo em algum estágio a produção, aderência ou pigmentação da melanina. Esses cremes, geralmente não indicados para gestantes, devem se manter aplicados durante algum tempo para que a pele os absorva e ele possa desenvolver seu trabalho de inibição da melanina. Esses cremes, em sua maioria, são formados pelo composto orgânico Hidroquinona.

    Hidroquinona, também chamada de quinol, é uma substância que pode ser encontrada na natureza em diversos em alimentos e produtos, madeiras, óleos, entre outros. É usada no clareamento da pele e no clareamento anal e seu uso é banido em certos países por suspeitas de poder causar riscos de câncer e problemas no fígado e por isso não é recomendado a gestantes.

8 Comments

  1. dlazy disse:

    adorei a materia. obrigada!

  2. Hildo Quetz disse:

    1 – Já notei que, é mais econômico e saudável investir numa doutrina de prevenção ao invés de correção da acne.
    2 – Realmente, espremer a acne gera manchas no rosto, sito isso “na minha pele agora…” Portanto, Não Mecham! Previnam-se!
    3 – Bela matéria, agradeço a divisão do conhecimento. Isso é Altruísmo!
    Parabéns e Obrigado!

  3. Jair disse:

    vdd meu rosto esta todo cheio de manchas devido as acnes que espremoo. isso irrita demais’
    :D

  4. NAIDE disse:

    ja fiz varios tratamento p minhas manchas no rosto mas elas sempre estao voltando uso bloquedor varias vz ao dia hj estou fazendo um tratamento com a linha mary kay ha 3 ms mas as manchas ainda nao melhoraram, gostei de sua materia, vou me concentrar mais na minha alimentação.

  5. maria de lourdes disse:

    o meu rosto está com muitas manchas abranquisadas e gostei do tratamento caseiro !…..

  6. Luiza disse:

    Pessoas morenas e asiáticas não podem usar ácido glicólico nem ATHA

  7. Mels disse:

    Adorei a materia! brigada pelos elogios ao blog…seja sempre bem vinda por la!
    beijo

  8. Samurai disse:

    Parabens pelo seu site, não pude ler todos posts, mas com certeza preciso de melhorar minha pele, e irei aproveitar suas dicas.
    Volte sempre no http://www.samuraipersonal.com , fale das duvidas sobre exercícios, que tento sana-las em outros posts.
    Abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>